06
NOV
2019

Retiro Paroquial em Araruama reúne 400 fiéis aproximadamente

No dia 3 de novembro, a Paróquia São Sebastião, em Araruama, realizou seu retiro paroquial na Casa Abel Hotel. O encontro reuniu, aproximadamente, 400 fiéis, que atenderam ao pedido do padre Luiz Fernando, que informou estar feliz com a presença expressiva da comunidade. E disse: “o entendimento de todos de que somente pela oração e participação teremos uma igreja viva e voltada para os ensinamentos de Jesus”, concluiu o sacerdote.

O Bispo Auxiliar de Niterói, Dom Luiz Antonio, esteve presente no encontro, proferindo uma palestra. Em um momento de sua fala, disse estar entusiasmado com a organização e estrutura do retiro. Também proferiram palestras, Freis Cláudio Vieira, Ilson Fontenele Júnior e José Luiz Magalhães.

O Retiro Paroquial reúne, anualmente, todas as comunidades, movimentos e pastorais da paróquia São Sebastião de Araruama. Em texto enviado por Maurício Figueiredo, ele destaca que o encontro tem o objetivo de unir a paróquia, “para participar de momentos de unidade e espiritualidade. No evento, foram vivenciados momentos de formações, Oração, Terço e a Santa Missa…”, que este ano teve a presidência de Dom Luiz Antonio.

Maurício destaca ainda em seu texto, enviado à redação do Niterói Católico, que o “Frei Luiz Fernando afirmou que, diante do sucesso do evento, que contou com a presença do Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Niterói, Dom Luiz Antonio Ricci, levou a decidir que este ano os festejos natalinos serão realizados também de forma ampla, no modelo adotado no retiro, pois ‘aqui ficou visível a nossa força, como cristãos, em busca da santidade e fortalecimento como igreja”‘.

Na nota enviada à redação, Maurício Figueiredo descreve os acontecimentos do encontro e o sucesso do mesmo. Diz o texto: “Foram dois grandes momentos: a acolhida aos participantes, com o café da manhã comunitário, e em seguida a Santa Missa. Ainda na parte da manhã, foi proferida a palestra sobre a Santidade, por Dom Luiz Antonio, na qual destacou que ‘ser santo é fazer a vontade de Deus’. Ele fez menção à participação dos fiéis, citando as ‘Bem-Aventuranças do Sermão da Montanha’, conforme o Evangelho do dia, alegando esperar-se dos cristãos paciência e mansidão; alegria, como um dos sinais de santidade; ousadia em se ir além sem se acomodar; e vida em comunidade, pois não somos uma ilha”.

O encontro prosseguiu na parte da tarde, com o tema central do evento, que era Santidade e Missão. Frei Cláudio Vieira falou sobre a Igreja doméstica, assinalando que a igreja começa em casa, em família. Ao indagar do público sobre o que era Liturgia, deu ênfase à importância da igreja doméstica, como preparação do cristão para a santidade. A Liturgia começa em casa, como fruto da sabedoria concedida pelo Espírito Santo. Frei Cláudio correlacionou o hábito de cada cristão em casa como idêntico ao desenvolvido na igreja, durante a missa. Destacou que a missa é uma festa, que se inicia com o canto e com a alimentação maior, que é a Eucaristia. Assinalou que mesmo em casa, é necessário este procedimento. “Ao receber amigos ou parentes, precisamos colocar em prática um ritual. Não os colocamos em qualquer lugar, não usamos qualquer toalha, procuramos a melhor louça, etc. Do mesmo modo, ao comparecer como convidados, procuramos ir da melhor forma e não de qualquer maneira”, destaca o texto enviado pelo colaborador Maurício.

Na palestra proferida pelo Frei Ilson Júnior, sobre a Santidade na comunidade, ele utilizou recursos participativos. “Frei Júnior fez citação de Efésios 4: 1-6, frisando que quando o apóstolo Paulo fala em suportai-vos, refere-se ao fato de dar suporte uns aos outros, no sentido de ajudar, fazendo realmente o que cada um necessita. Mas, assinalou que “ninguém ajuda a quem não quer ser ajudado”.  Ao destacar o que chamou de Teologia do Corpo Místico, presente em Paulo (1 Coríntios – 12 em diante), fez menção aos membros do corpo, mostrando que cada um depende do outro”, informou Maurício Figueiredo, terminando seu texto, dizendo que os freis foram aplaudidos pelos fiéis.

Por João Dias
Com informações de Maurício Figueiredo
Fotos: Pascom São Sebastião – Araruama RJ

Deixe um comentário

*

captcha *